• pt
  • en
  • Galeria


    UMA LULIK__ foi fundada por Miguel Rios em 2017. A galeria tem como objetivo contextualizar artistas e desmistificar a produção artística contemporânea de geografias emergentes como África, Ásia, Médio Oriente e América do Sul, ligando-os ao mundo ocidental. A UMA LULIK_ representa artistas portugueses e estrangeiros cujas práticas artísticas abrangem um vasto leque de suportes e práticas artísticas. Promovendo os artistas à escala internacional, a galeria realiza exposições monográficas e colectivas, trabalha com curadores portugueses e estrangeiros e participa em feiras de arte internacionais. A parceria com galerias internacionais e outras instituições, insere-se na estratégia comercial e artística da galeria, com o intúito de apresentar artistas portugueses no mercado internacional e artistas estrangeiros em Portugal.

    “É um projecto pessoal que reflecte o interesse que foi crescendo e amadurecendo em mim, à medida que fui conhecendo e vivendo o Mundo, visitando e participando nos mais considerados eventos de arte. Para além de ser uma galeria de arte contemporânea é também, um local para discussão e para a criação de novos públicos.

    Muitos já me perguntaram sobre a razão da escolha deste nome para a galeria. Em Timor-Leste, sobretudo no étnico tétum, “uma lulik” é vista não só como o lugar para guardar os objectos sagrados, mas também como um local para as reuniões e actividades dos ritos tradicionais. Significa casa sagrada e é também o símbolo da unidade social dos seus habitantes, da comunidade.

    O nome da galeria surge deste modo, da minha forte relação com Timor-Leste, onde vivi dois anos da minha infância. As memórias dessa vivência são uma herança que sempre mantive viva e o projecto UMA LULIK__ é como que uma homenagem a um tempo distante, como era distante a ilha que me recebeu”.

    — Miguel Leal Rios



    Ao utilizar este website está a concordar com a utilização de cookies de acordo com o nossa política de privacidade.